27 de dez de 2017

Papo Literário: Minha Experiência com o Kindle



Olá leitores! O Papo Literário de hoje vai falar sobre o E-reader mais popular atualmente, isso mesmo, o Kindle. Vem comigo conhecer minha experiência.

Leio desde que me entendo por gente e os livros se tornaram uma paixão em minha vida.  Assim como todo leitor apaixonado, ter uma estante repleta de livros era algo maravilhoso para mim. Ficar admirando a capa e a lombada, cheirar suas páginas, ficar babando na diagramação são hábitos que mantenho até hoje quando estou com um livro físico em mãos.

Quando começou a aparecer os primeiros E-books no Brasil, nem tinha a Amazon Brasil ainda por aqui, ficava me perguntando qual seria graça de ler no computador? E toda a experiência sensorial que um livro físico nos permite ter? Era radicalmente contra e dizia que jamais iria ler um E-book.

Nunca diga: dessa água não beberei. Pois o caminho é longo e pode dar sede.

Em 2013 minha filha nasceu, conseguia ler enquanto ela dormia, mas enquanto amamentava ou ficava na sala de espera do consultório pediátrico, era impossível fazer isso. Certa noite, meu marido observando o meu malabarismo para amamentar e ler ao mesmo tempo, perguntou  por que eu não começava a ler em E-book. Disse que jamais, seria desconfortável ficar sentada em frente de um computador para ler, minha vista cansaria, que a leitura deveria ser horrível e mais um milhão de motivos que listei. Ele só disse: você poderia tentar...E o assunto morreu ali.

No outro  dia, ele me apareceu  com um presente: um tablet. E disse: "aqui dá para ler E-books, você pode ler na cama e em qualquer lugar, tem vários aplicativos de leitura, é só procurar o que vai te agradar mais."  Resolvi tentar e comecei a pesquisar vários aplicativos na Play Store e baixei o App do Kindle, decidi começar por Easy, da Tammara Webber.

Resultado? Fiquei viciada na leitura! A história era maravilhosa e o ritmo de leitura era bem rápido, sem contar a facilidade e comodidade de ler enquanto amamentava ou estava deitada com minha filha. Depois de Easy, fui me aventurando em outras obras e quando vi, já estava bem adaptada com aleitura digital. Mas ler em tablet ou smartphone é complicado por que a bateria voa!



Em 2015 criei o blog, li os livros físicos e continuava com o E-books, mas a frequência de leitura neste último era bem menor devido só  pode ler pelo app no smartphone. E novamente meu marido veio e disse: "Por que você não usa um Kindle, olha aqui, vai ser legal." Disse que no momento não era necessário e que estava conseguindo me virar bem pelo app.

Mas chegou um momento que não deu mais para ler na telinha do celular e então disse que aceitava um Kindle de presente. E nesse ano, ganhei de presente do dia dos namorados! E como amei esse presente! Inicialmente, não quis o Paperwhite, tinha medo de não me adaptar com o E-reader e decidi pelo modelo mais simples. Mas quando comecei a ler, fiquei encantada!

A vista não fica cansada, ele é leve, meu ritmo de leitura ficou bem rápido, posso carregar minha biblioteca para qualquer lugar e a bateria tem uma ótima duração (isso vai depender do ritmo de uso dele). Além disso, posso marcar os quotes que mais gostos e eles ficam organizados em um único lugar e a  Amazon sempre faz promoções em E-books e também disponibiliza vários títulos gratuitamente.



Atualmente há 264 E-books no meu Kindle. É claro que sempre faço a comparação de preços entre a edição física e a digital, algumas vezes compensa mais comprar o E-book, mas tem vezes que os preços deles estão bem mais altos que a edição tradicional. Agora só compro livro físico quando: não tiver edição digital, quando estiver em uma livraria ou quando ele for mais barato que um E-book.

Deixei de amar os livros físicos? Jamais!! Sempre serão os preferidos. Mas como investi em um E-reader, é  justo também adquirir livros digitais, por que até mesmo existem muitos escritores que só publicam suas obras pela Amazon e existem obras incríveis apenas em E-book. Já li histórias magníficas.

Aquela Suzana, que virava a cara para o E-book, agora é uma leitura assídua deste formato. Para mim os livros digitais não vieram para substituir os físicos e sim vieram somar ao proporcionar outra forma de leitura, eles se complementam. É claro que existem pessoas que não gostam mesmo de livros digitais, realmente não se adaptam. 

Descobri que o importante é ler, não importa de que forma seja.

E vocês? Usam Kindle ou outro E-reader? Me conte sua experiência!

Até a próxima!




4 comentários:

  1. Oi Su! Como já havia dito a vc, eu era assim tbm. Um preconceito enorme com e-book e mudei completamente de opinião quando ganhei o kindle. Na primeira semana, nem queria pegar os livros físicos kkkk. Pq era bem mais cômodo ler, segurar com apenas uma mão, não ter risco de perder a página ou amassar. Ainda que os físicos sejam meus favoritos, não sei mais ficar sem o kindle rsrs. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Suzana! Quando comprei o Kindle, a minha justificativa foi a ausência de espaço físico para guardar meus queridinhos, mas não deixei de comprar hahahahahaha não mudei nada! Mas a experiência é realmente incrível, carrego o meu para todos os lugares e assim sempre tenho um livro a mão. Feliz por vc ter se rendido tb! Sábio maridão!

    ResponderExcluir
  3. Oi Su! Ainda não tenho um kindle, mas leio muito na tablet, e pra mim a leitura é muito mais rápida mesmo, o livro físico é lindo, mas não muito prático, além do peso dá uma dó de por na bolsa e amassar. Eu só compro quando quero muito ler um título e não encontro a versão em e-book ou algum que até já posso ter, só pelo amor à obra <3

    ResponderExcluir
  4. Oioi
    Eu leio no smartphone mesmo, a verba é curta por aqui para um aparelho novo, no meu caso é por conta da alergia que tenho a esses papéis mais porosos que são moda hoje em dia, mas é claro que compro livros físico também especialmente quando a edição é super bem feita como os da DarkSide

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário é muito importante! Todos os posts são escritos com bastante carinho para todos os leitores.

Sempre que der, vou responder seus comentários. Obrigada pela visita e volte sempre!

Siga o blog no GFC, Curta nossa Fanpage. Siga no Instagram.