13 de nov de 2017

Resenha: Salem - Stephen King


Sinopse e Ficha Técnica

Olá leitores! Hoje trago a resenha de um livro cheio de suspense e que te prende dentro da trama de uma maneira maravilhosa! Vamos nos aventurar em Salem Lot e descobrir todo o mistério em torno dessa cidade, vem comigo conhecer Salem, do mestre Stephen King.

A história já começa com o suspense em um nível bem alto. O prólogo nos mostra um homem e um garoto que viajam pelos Estados Unidos, nunca ficam fixos em um lugar por muito tempo. Eles sempre estão acompanham diversas notícias sobre a cidade de Jerusalem Lot, ou simplesmente Salem Lot, a cidade ficou fantasma da noite para o dia, fazendo vária teorias surgirem em torno disso. Então a história começa a ser contada, em forma de flash-back, sobre o que realmente aconteceu na cidade.

Vamos conhecer Ben Mears, um escritor que retorna Salem Lot para escrever seu novo livro. Na verdade, Ben morou na cidade quando era criança e passou por uma experiência bem desagradável, o retorno à cidade seria uma forma de exorcizar de vez os medos do passado.


Não estou gostando de ter de subir lá, e não tenho medo de dizer. Se existe uma casa mal-assombrada no mundo, é essa.

Chegando na cidade ele conhece Susan Norton, uma bela jovem que pretende sair de Salem e ir para outra cidade, ela quer crescer em sua profissão e sair da asa exageradamente protetora de seus pais. 
Com a chegada de um forasteiro, que abre uma loja de antiguidades na cidade, coisas estranhas acontecem, como um cachorro empalado nos portões do cemitério. E para piorar, uma criança desaparece e outra morre em condições bem estranhas. A partir daí, tudo de ruim que poderia acontecer, vai acontecer.

Ben, Susan e outros personagens importantes começam uma corrida contra o tempo para salvar Salem de um destino terrivel.

Originalmente, Salem foi publicado com o título A Hora do Vampiro, e pelo título já sabem que a criatura que aparece é um vampiro. Stephen King leva os vampiros para outro patamar, podemos observar bastante influência de Bram Stoker, principalmente na caracterização do vampiro. 


Era o que Van Helsing tinha dito a Arthur Holmwood quando este teve de enfrentar a mesma e terrível tarefa: Precisamos passar por águas bravias antes de chegar às serenas.

Já imaginaram o que aconteceria se o Drácula retornasse e fosse morar em um pequena cidade no século XX? Podemos dizer que essa foi uma das ideias de King para esse livro. Mas não pensem que Salem é uma releitura, não. King coloca suas características dentro da história, consegue escrever uma história com bastante suspense e ação, que envolve completamente o leitor, a ambientação da história é maravilhosa, o mistério em torno do plot principal é incrível e muitas passagens são bem assustadoras.

Amo histórias com vampiros, mas com vampiros que tenham o lado sanguinário aflorado, no estilo Bram Stoker e Anne Rice e King consegue trazer isso para dentro de sua história. Posso dizer que é o meu livro preferido dele até o momento! A escrita é bem fluida e dinâmica e os personagens são bem construídos.

Salem fez parte da minha TBR nas maratonas Hora de Perder o Medo e Maratona Sexta-feira 13. Recomendo Salem para todos aqueles que curtem uma história repleta de mistério, suspense e terror.

Até a próxima!

6 comentários:

  1. Heiii, tudo bem?
    Até hoje nao tive coragem de ler nada do Stephen King.
    Acho que teho medo dos livros de terror dele, me parecem ser bemmm pesados e eu sempre fico com medo.
    Não conhecia esse livro, ainda mais que tem vampiros que amo, acho que vou ter que fazer uma tentativa e ver se é bom mesmo.
    Valeu pela dica.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  2. Oi oi!
    Gente, eu tô doida nesse livro, mas por um motivo mais peculiar: um dos personagens, o padre Callahan aparece no quinto livro da série A torre negra, tbm do King. Achei incrível demais! E ele conta um resumo da história dele, então já tenho um gostinho de Salem Lot.
    E o vampiro dessa história tbm está ótimo! Nível de Stoker e Rice mesmo.
    Bj

    ResponderExcluir
  3. Olá Suzana!!!
    Eu sou um tanto medrosa pelas histórias escritas por King, pois fico imaginando se mal consigo ver os filmes baseados na obra imagina lê-los rsrsrs
    Do King fico querendo ler muito "A Torre Negra", pois acho que é o único dele que passaria por mim sem eu ter um infarto.
    Porém, adorei a resenha e sério me vi pretensiosa a ler pois sério tem Salem no nome kkkkk
    Parabéns pela resenha!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    King é King seus livros impactam e são referência para muitos.
    Mas é eu aqui e os livros lá haha.Tenho muito medo dos livros dele,esse por ter vampiros mais ainda.Irei indicar a um amigo com certeza ele irá gostar da dica.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Ultimamente (quase) todo mundo está lendo algo do King, tenho curiosidade em conhecer sua escrita, mas não é algo importante para mim no momento, além disso o único livro dele que realmente tenho vontade em ler é À espera de um milagre, que inclusive já está na estante só esperando pelo momento certo.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Não curto vampiros, principalmente se tiverem o lado sanguinário aflorado...
    Além disso, tenho medo do Stephen king mesmo antes de ler algo dele... Rs...
    Não gosto de nada que me assuste, então prefiro deixar a dica passar.

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário é muito importante!

Todos os posts são escritos com bastante carinho para todos os leitores.

Sempre que der, vou responder seus comentários.

Obrigada pela visita e volte sempre!

Siga o blog no GFC, Curta nossa Fanpage. Siga no Instagram.