Olá leitores! Gabriel mora em uma vila medieval, está ansioso pelo dia do Altar do Destino, uma tradição estranha que determinava o destino de todo um povo. Coloque seu elmo e venha se aventurar em O Próximo Rei, de Sávio Batista.

Gabriel tem uma família feliz, tem uma boa mãe, um bom pai que é bancário e um irmão que está à serviço do rei. Ele tem um amigo, com um apelido bem diferente: Cala a Boca...Sim, isso mesmo que você leu.]

Ambos estão esperando o dia do Altar do Destino. O que é isso Suzana? O Altar do Destino funciona assim: cada pessoa, ao completar 13 anos, sobe ao altar e coloca sua mão em uma caixa, sem poder ver o que tem dentro. Retira de lá um elmo e conforme o elmo "escolhido", o destino da pessoa é traçado.

Não...Eu sabia quem era e só poderia ser. Por que me atormenta ainda?

O dia do Altar do Destino era um evento, a praça central ficava lotada e todos aguardavam para saber qual o destino daqueles jovens. Uns ficariam na vila, já os que tinham um elmo diferente, iam servir o rei.

Gabriel e Cala Boca tiram elmos diferenciados e por causa disso, precisam deixar a vila e começar a realizar seu treinamento, para assim se apresentarem diante do rei. O treinamento não é fácil, alguns morrem durante a jornada, Gabriel e seu amigo vivem um verdadeiro inferno.

Todos nós vamos morrer, garoto...E a culpa é toda sua!

Mas, os dois garotos amadurecem bastante ao longo da jornada. Novos amigos são feitos e muitos perigosos rodeiam. Eles precisam provar seu valor, principalmente Gabriel, que tem um objetivo principal, derrubar o rei fraco do trono.

O Próximo Rei tem uma história que mistura fantasia com ação. Os personagens são bem construídos, suas personalidades são fortes e suas emoções ficam à flor da pele. Mas, tudo isso é compreensível, já que sã testado ao seu limite.  Gabriel torna-se um líder nato, sempre preocupado em proteger seus amigos, por eles, é capaz de ir até ao Outro Mundo, e acreditem em mim, ninguém quer ir lá!

As veias negras tomaram conta de seu rosto, elas saltavam, pulsavam e rasgavam sua pele.

Cala Boca é um bom amigo, mas também um completo idiota. Ele sabe lutar bem, mas fica se gabando dos seus feitos depois. Se fosse fazer uma correlação, seria o típico só músculos e sem cérebro. Mas, é por causa dele que as partes cômicas da história ficam mais engraçadas.

A escrita de Sávio Batista é bem fluida, tornando a leitura rápida e tranquila. Criou elementos essenciais para o universo da história, os elementos sobrenaturais foram bem encaixados, nada ficou sem sentido.

O Próximo Rei é uma história cheia de ação, que fala sobre amizade, honra e determinação.

Até a próxima!

19 Comentários

  1. Oie!
    Eu ainda não conhecia o livro, e achei bem interessante quando diz que é um livro repleto de ação, e uma narrativa fluida.
    Vou anotar essa dica para conferir futuramente.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o título nem o autor. O livro parece ser bem legal. Vou deixar passar esse dica, não é muito meu gênero de leitura. Adorei sua resenha.
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  3. Olá! Eu gosto bastante desse gênero literário e fiquei curiosa para conhecer o universo que Sávio criou. Mas que apelido curioso esse hein, Cala a Boca, porém pelo que você descreveu do personagem dá para imaginar porque ele é chamado assim. Haha
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Uauuu, que capa mais medronha, hehee.
    Amo fantasias e esse ainda nao conhecia, mas achei a historia interessante.
    Achei curiosa curioso os nomes dos personagens, hehe.
    Gostei da dica de leitura.

    ResponderExcluir
  5. Oiii querida tudo bem?
    Que incrível essa sua resenha menina, só fico a imaginar o suspense e quem deve ser esse rei que está a dominar e comandar tudo e todos, Cala a Boca é muito engraçado para ser um apelido ahuahaauhauahua
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Estou conhecendo o livro agora. Confesso que dependendo do livro não curto muito o sobrenatural. Mas gosto muito de livros que tenham bastante ação. Não sei se leria o livro, pelo menos não no momento. Mas se você elogiou, quem sabe um dia me anime.

    Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  7. Que capa incrível! Adoro histórias de fantasia, e essa parece ser muito envolvente, divertida e cheia de ação. Estou curiosa para saber se o Gabriel completará o seu destino. Sua resenha está ótima e já vou adicionar esse livro na minha lista. Bjss!

    ResponderExcluir
  8. Olá, não conhecia o livro nem o autor, gosto de livros pequenos assim de ação porque não tem muita enrolação nos acontecimentos, né? Melhor ainda quando a escrita do autor é fluida, quem sabe um dia dou uma chance ao livro do Savio. bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Su, tudo bem???
    Nossa amiga amei esta capa haha.... bem minha cara... porém a história não me envolve... sou meio estranha com livros de fantasias... tem uns quero e outros não... esses mais para o lado medieval, não me cativam pela leitura, mas percebi o quanto você se envolveu nesta história... xero!

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Achei a capa bastante assustadora, não saberia que é um livro de fantasia com ação se não tive lido a sua resenha. Adorei o apelido “Cala Boca” !! Hahhaa Confesso que fiquei curiosa para saber como o destino da pessoa é escolhido e por qual motivo ser aos 13 anos.
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  11. Olá tudo bem?
    Achei a história bem construída, no entando não é meu tipo de leitura favorita, então vou deixar essa dica passar.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  12. Hey, tudo bem?
    Adoro histórias nesse estilo e, principalmente, cheia de ação! Cala Boca é um personagem que acho que vou amar (por ser bom amigo e lutar bem) e odiar por ficar se gabando das coisas. É uma trama que sinto que preciso ler para formar uma opinião e vou anotar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi, Suzana!
    O livro é diferente, apesar da história ser parecida com algumas bem conhecidas.
    No entanto, o nome dos personagens serem tão tipicamente brasileiros é o que me chamou a atenção. Porque na verdade, vários livros nacionais de fantasia possuem personagens com nomes estrangeiros.
    Se bem que "Cala a Boca" é um nome bem divertido, né?
    Gostei bastante da indicação. Só não tenho como ler agora. Mas anotei a dica.
    Beijinhos!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?

    Não conhecia o livro e nem o autor, mas já fiquei aqui babando na capa que é bem expressiva e forte por si só. Adoro o gênero do livro e parece que a obra foi muito bem trabalhada o que me deixa mais feliz ainda. Com toda certeza já quero ler e ver tudo que vai rolar no livro. O Cala a Boca deve ser um personagem que divide opiniões haha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá ♥
    Não conhecia o livro e julgar-se pela capa eu achava que era um livro de terror. Amei a premissa é bem instigante. Fiquei curiosa para conhecer um pouco mais sobre a tragetoria dos personagens, mesmo já percebendo que Cala Boca não vai me descer rsrs.Fantasia e ação juntos, adoro. Espero em breve poder fazer a leitura, beijos!

    ResponderExcluir
  16. OI!!


    COnfesso que a capa não me lembrou fantasia, parece algo ligado ao terror e não sei se tem ligação com a narrativa. Enfim, não parece ser uma leitura empolgante, mas a sinopse e a descrição na sua resenha me atraiu. Talvez não leia agora, mas pretendo no futuro. Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Olá Suzana.
    A capa passa uma imagem diferente do que a história de verdade.
    Achei bacana o livro ter bastante ação e mostra a amizade entre os dois personagens.
    Não é o meu tipo de leitura, mas tenho certeza que há muitas pessoas que curtirão.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  18. Olá.
    Não leio muito livros do tipo, não curto nada sobre reis e tal medieval, mas achei a premissa interessante e achei mega engraçada o nome Cala Boca hahahahhaha.
    Que bom que a leitura é fluida e rápida, são pontos positivos para o leitor.

    ResponderExcluir
  19. O livro parece ser bem interessante e parecer ter ação e aventura nas medidas certas, fico feliz em saber que vc aproveitou bastante o livro e que o mesmo tem uma leitura rápida e fluida. O único ponto que achei estranho é o nome do personagem ser Gabriel, já que não é um nome comum em livros medievais, mas creio que isso não interfira em nada na leitura.
    bjo

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário é muito importante!

Todos os posts são escritos com bastante carinho para todos os leitores.

Sempre que der, vou responder seus comentários.

Obrigada pela visita e volte sempre!

Siga o blog no GFC, Curta nossa Fanpage. Siga no Instagram.