Título: Guerreiro
Autor: Rosdet Nascimento
Editora: Chiado
Gênero: Ficção/Romance
Páginas: 174
Ano: 2016

*Livro cedido em parceria com a Chiado Editora*

«Grandes batalhas só são dadas a grandes guerreiros.»
Mahatma Gandhi
1869-1948

O amor não se distingue, o amor é simplesmente o amor. E se uma pessoa diz a outra que a ama, a própria linguagem supõe a expressão "para sempre". Não tem sentido dizer: Amo-te, mas é só até encontrar alguém melhor. Apenas enquanto ficares comigo e me fizeres sentir bem. Quando te fores embora deixarei de te amar e amarei outro.... Um "amo-te" que implique "só por algum tempo" não é um amor verdadeiro. É uma forma de apego. Um sentimento temporário de bem-estar com aquela pessoa.

- Acredito. Mas deixa lá. E tu? Vieste ver-me?
- Sim, vim ver como estavas.
- Não conseguiste esperar pelo jantar, para me ver?
- Epá, que convencido tu me saíste!
- Convencido nada! Então não é verdade?
- Olha importas-te de não ser sempre tão direto nem querer que as pessoas o sejam?
- Então não é isso que se quer? Que as pessoas sejam sempre sinceras e honestas?
- Há coisas que têm mais piada se não as dissermos logo!
- Tens razão. Há coisas que se dizem sempre, outras que não se dizem nunca, outras que se dizem apenas uma vez.
- E há outras que dizemos com o olhar! Desculpa, mas é melhor ir.
- Já? Mas estás bem?
- Pronto, também não precisas apertar com tanta força!
- Não sei quando vou voltar a abraçar-te. E assim é da maneira que todos os teus pedaços voltam a juntar-se outra vez.
- É mesmo?
Mas ninguém podia prever o que estava para acontecer: algo que mudaria a vida de toda a humanidade. Um acontecimento que irá colocar à prova o sentimento mais nobre e puro que o homem alguma vez conheceu. Russell vai ter de fazer a escolha mais difícil da sua vida.
Uma história de amor, morte, traição e suspense, marcada pela força esmagadora do destino. GUERREIRO promete prendê-lo até à ultima página e fazê-lo aguardar ansiosamente pela continuação.

Olá leitores, como estão? Hoje trago a resenha de Guerreiro.

Vamos conhecer Russell, um rapaz português que vive com seu irmão e seu padrasto. Ainda jovem, com 17 anos ele sofre um acidente e é socorrido por uma senhora e sua filha, a jovem e bela Lara. Russell encantou-se pela moça e nunca mais a tirou da cabeça. Lara e sua mãe estava de passagem pela cidade, viram que para fugir de um ataque de um cão, Roussell teve que pular uma cerca e quase é atropelado. As duas, levam Russell de volta para casa, ao longo do caminho, ele ficava cada vez mais encantado pela beleza de Lara e nunca mais a esqueceu.

"Fosse amor ou paixão, o momento em que Russell viu Lara pela primeira vez, mudou a sua vida para sempre. No melhor e no pior. Mesmo muito novo, ele soube que aquela era a mulher da sua vida. Não sabia onde estava. Mas há momentos em que isso não interessava nada." 

Título: O Castelo das Águias
Autora: Ana Lúcia Merege
Editora: Draco
Gênero: Fantasia
Páginas: 192
Ano: 2011

*Livro cedido em parceria com a Editora Draco*

O Castelo das Águias, romance fantástico de Ana Lúcia Merege, é um lugar especial. Localizado nas Terras Férteis de Athelgard, região habitada por homens e elfos, abriga uma surpreendente Escola de Magia, onde os aprendizes devem se iniciar nas artes dos bardos e dos saltimbancos antes de qualquer encanto ou ritual.
Apesar de sua juventude, Anna de Bryke aceita o desafio de se tornar a nova Mestra de Sagas do Castelo. Aprende os princípios da Magia da Forma e do Pensamento e tem a oportunidade de conhecer pessoas como o idealizador da Escola, Mestre Camdell; Urien, o professor de Música; Lara, uma maga frágil e enigmática, e o austero Kieran de Scyllix, o guardião das águias que mantêm um forte elo místico com os moradores do Castelo.
Enquanto se habitua à nova vida e descobre em Kieran um poço de sentimentos confusos e turbulentos, uma exigência do Conselho de Guerra das Terras Férteis põe em risco a vida e a liberdade das águias Com o apoio de Kieran, Anna lutará para preservá-las,desvendando uma trama de conspiração e segredos que envolvem importantes magos do Castelo.

Olá leitores, como estão? Vamos no aventurar pelas Terras Férteis de Athelgard!

Anna de Bryke é a mais nova Mestre das Sagas da escola de magia do Castelo das Águias. Nesse castelo, humanos e elfos, aprendem a arte dos bardos, saltimbancos e mais posteriormente aprendem a arte da magia, como encantos e rituais.

Título: Um Gato de rua chamado Bob
Autor:  James Bowen
Editora:  Novo Conceito
Gênero: Não-Ficção/Autobiografia
Páginas: 240
Ano: 2013

Quando James Bowen encontrou um gato ferido, enrolado no corredor de seu alojamento, ele não tinha ideia do quanto sua vida estava prestes a mudar. Bowen vivia nas ruas de Londres, lutando contra a dependência química de heroína, e a última coisa de que ele precisava era de um animal de estimação. No entanto, ele ajudou aquele inteligente gato de rua, a quem batizou de Bob (porque tinha acabado de assistir a Twin Peaks).
Depois de cuidar do gatinho e trazer-lhe a saúde de volta, James Bowen mandou-o embora imaginando que nunca mais o veria. Mas Bob tinha outras ideias. Logo os dois tornaram-se inseparáveis, e suas aventuras divertidas — e, algumas vezes, perigosas — iriam transformar suas vidas e curar, lentamente, as cicatrizes que cada um dos dois trazia de seus passados conturbados.
Um Gato de Rua Chamado Bob é uma história comovente e edificante que toca o coração de quem a lê.


Olá leitores, tudo bem?


Primeiro, gostaria de apresentar a vocês a Nick. A gatinha de estimação daqui de casa, a Nick foi adotada pela minha irmã no início desse ano e conquistou a todos! E ao ler o livro do Bob e vendo a Nick tão concentrada olhando a capa do livro (ela tentou brigar com a capa) surgiu uma ideia: A Dica da Gata Leitora.




Como assim Suzana?


Toda vez que for resenhado aqui no blog algum livro que o tema principal seja algum animal, a Gata Leitora entrará em ação! Então, sejam bem-vindos a primeira dica da Nick...A Gata Leitora!


Com vocês Um Gato de rua chamado Bob!