6 de jun de 2016

Primeiras Impressões: O Mestre das Cordas - Philippe Alencar

6.6.16 10 Comments

As terras de Arkandur formam o último continente — o único lugar onde a humanidade perseverou e vive em paz com os sábios conhecidos como magos. No entanto, tudo muda quando  rituais necromânticos começam a espalhar caos e horror pelos três grandes reinos. Os reis, receosos e pressionados por seus conselheiros, decidem assinar a lei que proíbe permanentemente a prática de magia. Os magos passam a ser caçados não somente pelas tropas reais, mas também pela sombria cavalaria da Justiça Armada Noturna, cujas espadas são tão gélidas quanto suas almas. Mas, dentre os poucos sobreviventes, surge Barton: um bardo capaz de tornar os sons do mundo em sua fonte de magia. Atormentado após presenciar o assassinato da esposa em um lago sem fim, o bardo vê um novo destino à sua frente quando um velho amigo o recruta para uma perigosa jornada, e juntos partem em busca da verdade por trás da sombra nefasta que devora o mundo. Atendendo ao chamado, o músico compreende a vida como uma melodia, cabendo a ele regê-la. Porém, inúmeros segredos estão guardados ao longo das escalas musicais que ele terá de desvendar, onde cada nota poderá surgir como um aliado... ou um algoz. Uma canção em que deuses e demônios ditam as regras, e humanos e magos clamam para si o direito de reescrevê-las. 


Olá leitores, tudo bom?

Vamos conhecer as primeiras impressões do livro O Mestre das Cordas, do autor Philippe Alencar.

4 de jun de 2016

Resenha: Pelos Caminhos da Vida - Cristina Censon (pelo espírito Daniel)

4.6.16 16 Comments




Título: Pelos Caminhos da Vida
Autora: Cristina Censon (pelo espírito Daniel)
Editora:  Petit Editora
Páginas: 384
Ano: 2016
*Cedido em parceria com a Petit Editora*
Na França, em pleno século XIV, vive Adele, uma jovem de apenas 13 anos. Apesar de tão pouca idade, enfrenta uma intensa jornada pessoal. Quando seu pai descobre que ela é capaz de ver e conversar com espíritos, começa a persegui-la. Ao lado de sua aia Justine, Adele foge da ira paterna e vai ao encontro de Elise, uma das personagens femininas mais emblemáticas da história. Mulher forte, à frente do seu tempo, Elise aproximará Adele de Aimée, jovem de igual sensibilidade e dom. O pai de Adele, no entanto, não desiste da perseguição à filha, e sua vingança provoca uma tragédia de grandes proporções.


Olá leitores, tudo bom?

Primeiramente, quero deixar claro que o livro não é sobre a doutrina espírita, é um romance psicografado. O que será escrito aqui será sobre a história do livro e não entrarei em discussão sobre religião. Vamos lá?