A Garota que eu Nunca Beijei Chiado Editora

Resenha: A Garota que eu Nunca Beijei - Suelen Perez De Azevedo

30.12.16Suzana Chaves Linhares



Título: A Garota que eu Nunca Beijei
Autora: Suelen Perez De Azevedo
Editora: Chiado
Gênero: Young Adult/Romance
Páginas: 550
Ano: 2016
*Livro cedido em parceria com a editora* 
O que fazer quando seu melhor amigo é o motivo de seus mais espontâneos e sinceros sorrisos, mas ao mesmo tempo a razão de suas lágrimas e enxaquecas? Quando o amor e a amizade se dão as mãos e o seu coração já não sabe mais para onde ir...
Samantha e Diego são amigos há quatro anos e fazem tudo juntos. Desde assistir a filmes até tocar na mesma banda. Eis que surge das lembranças inesquecíveis do passado a ex e primeira namorada de Diego. Uma viagem rumo à cidade que se deixou para trás mudará para sempre a relação desses dois amigos. Música, drama, humor e reconhecimento de sentimentos até então desconhecidos e escondidos. E mais, saber que ainda se pode ter tudo.

Olá leitores, tudo bom? Hoje trago para vocês a resenha de um livro bem doce de se ler, vamos conhecer A Garota que eu Nunca Beijei.

Diego tem uma vida nômade, tudo por causa do trabalho do pai, que é jornalista. Com 13 anos, já morou por diversas cidade do Brasil, no início da história ele está com sua família em Belo Horizonte (MG) e está amando morar lá, principalmente por estar apaixonado por Diana, sua colega de escola...Seu primeiro amor, seu primeiro beijo, sua primeira namorada.


Tudo estava bem até que seu pai chega com a notícia: Mudança de cidade. E desta vez, era para ficar...Diego ficou muito triste, gostava de BH, dos colegas e claro, Diana estava lá, como poderia ir embora se seu grande amor estava lá? Mas, ele teve que ir e seu novo lar seria em Maringá (PR).

"Diego abaixou novamente a cabeça e seu rosto voltou a ficar preocupado e triste. Agora sua mãe entendia o motivo do filho não querer sair dali."

A cidade era bonita, as pessoas também e a casa nem se fala. Só que Diego não conseguia curtir, seu coração ficou em Minas Gerais. Sua mãe conversa com ele e descobre que Diego e Diana fizeram uma promessa: quando fizessem 18 anos iriam se encontrar, iam esperar um ao outro e viver seu amor.

No primeiro dia em Maringá, a família decidiu almoçar fora, foram caminhando para conhecer mais a cidade e encontraram um restaurante bem legal. Enquanto esperavam o atendimento, Diego decide ir atrás do garçom, na volta para mesa, ele dá de encontro com uma garota e ambos caem no chão. A garota em questão é Samantha, uma linda menina com uma personalidade incrível. Depois das apresentações feitas, eles descobrem que vão estudar na mesma escola e assim nasceu uma linda amizade.

"...Até que quando foi virar-se bruscamente para a esquerda, tentando retornar à sua mesa, trombou com alguém que reclamou: - Ai! - A outra voz se queixou...Queria pedir desculpas pelo descuido. Para sua surpresa era uma menina. Aliás, uma linda menina."

Quatro anos se passam...

Diego e Samantha já estão com 17 anos. A amizade entre eles está muito forte e bonita. Eles fazem parte de uma banda: os Noturnos. Além deles também formam a banda Gustavo, Guilherme, Clara (amei essa garota) e Nick, o irmão mais velho de Samantha. A banda faz bastante shows pela redondeza e já começa a ficar conhecida. 



Como disse acima, Sam tem uma amizade bem forte com Diego, mas o que ela sente é bem maior que uma amizade, Diego não é apenas um amigo querido, é algo mais.  Pena que ele não percebe isso, ou, apenas não parou para perceber seus sentimentos em relação a ela.

"Lembranças e memórias dos dois melhores amigos passaram a surgir em sua mente como um rolo de filem antigo."

Tudo estava indo bem, até que a banda recebe o convite de tocar em Belo Horizonte, seria uma grande oportunidade para eles. Mas, quando Diego ouviu o nome da cidade, milhares de lembranças tornaram a surgir. Lembranças que ele queria esquecer. E para Samantha o que surgiu foi o medo, medo de perder seu amor, seu amigo. A viagem para BH foi repleta de surpresas e fortes emoções e essa viagem mudou para sempre a relação entre Diego e Samantha.

A Garota que eu Nunca Beijei é um livro bem tranquilo de ler. O início da leitura é um pouco morno, confesso que pensei que a história não fosse evoluir ou ter uma reviravolta. Ainda bem que me enganei. Do capítulo 25 em diante a história começa a se tornar mais dinâmica, os dramas começam a aparecer e a história torna-se interessante.


Samantha e Clara têm personalidades incríveis, são garotas bem decididas e não têm medo de expor suas ideias e decisões. Amei as duas, são personagens cativantes. Diego é um garoto um pouco inseguro a maior parte do tempo, dava vontade de dar uns tapas para ele acordar para vida e aprender a ter decisões próprias. Ao longo da história ele amadurece bastante e aquele garoto inseguro de início começa a mostrar que uma personalidade bem forte.

A diagramação está bem feita, as páginas são amareladas e a fonte está ótima para leitura, tornando esta bem confortável. A capa é linda, achei muito fofa e delicada, o que combina com a história. A escrita da autora é bem leve, tranquila. Ela vai te conduzindo pela história de uma maneira bem delicada, mesmo na parte que o drama ganha força, ela consegue se manter delicada.



A Garota que eu Nunca Beijei é um livro que fala sobre o amor, paixão e amizade na juventude. Mostra que uma amizade pode tomar proporções que as vezes fogem de nosso controle e se tornar algo a mais. O livro também fala que algumas promessas não podem ser cumpridas, não por falta de caráter ou de dignidade, mas por serem promessas infundadas. E que mesmo sendo jovem, é possível tomar decisões maduras que podem durar para o resto da vida.

Antes de finalizar, desejo um belo 2017 para você, meus queridos leitores. Que tudo de lindo aconteça na vida de vocês! Dia 04/01/17 o blog está de volta!

Espero que tenham gostado...Até a próxima! 






Você Pode Gostar Desses

11 comentários

  1. Oi!

    Achei a capa muito simpática, mas eu não tenho paciencia pra romances que não são mais que isso, principalmente se fforem atuais...então não pretendo ler. Mas é sempre importante divulgar a literatura brasileira, então obrigada.

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá
    O livro parace bem fofo para quem gosta de romances, eu não sei se leria por enquanto, até gostei do clima geral, que parece bem gostoso, mas parece ir um pouco para o lado do triângulo, e não estou muito a fim de uns tapas em personages para que eles acordem por enquanto.
    Beijos
    Feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  3. Oiii Suzana, como vai querida?
    Desde que vi tu postando sobre esse livro fiquei bastante interessada e envolvida com a história e a capa de primeira, achei uma fofura essa edição, com toda certeza irei querer ler.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  4. Oi Miga, tudo bem???
    Que resenha linda... amei!!!! Gente pela capa achei que não fosse gostar do enredo... eu tenho que parar com essa minha mania de ser movida por capas, mas é mais forte do que eu... não que ela seja feia... pelo contrário, mas eu achei bem adolescente tipo pra minha filha, mas não é infanto juvenil, mas que eu leria super de boa pela forma como você descreveu a resenha... gostei muito viu... Xero!

    ResponderExcluir
  5. Bom, imagino que ele fique com a Samantha e descubra que a promessa que ele e a Diana fizeram não faz sentido... Rs... Mas vai saber. Costumo ler juvenis mas mais de aventura e fantasia, esse livro parece fofo mas acho que não leria.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Suzy!
    Eu gosto bastante dos livros da Chiado! Apesar de terem capas e diagramações relativamente simples (se bem que essa apa ficou muito lindinha e combinou com a história), é uma das melhores editoras em termos de revisão e de conteúdo/premissa. Achei esse livro muito fofo e olha que eu nem curto tanto romance assim...! Se eu puder e tiver tempo, lerei!

    ResponderExcluir
  7. Essa capa me incomoda um pouco, não gostei muito dela... Mas achei a premissa bem legalzinha, parece ser uma leitura bem leve, já anotei na wishlist.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Suzana!
    Esse livro parece ser um doce! Amo histórias que falam de amizade e trazem garotas com personalidade forte e decidida. Já quero muito ler!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Oi Su, sua inda, tudo bem?
    Feliz 2017!!!
    Achei essa capa muito fofa e pelo clima da historia, combinou muito bem. O primeiro amor é sempre puro, inocente. Deve ter sido horrível eles terem que se separar, mas a vida está cheia de mudanças, elas nunca param, temos que estar preparados para elas. De cara, quando ele a conheceu já torci por eles, ainda mais que ela parece ser uma boa menina. Uma leitura leve, romântica e fofa. Vai para a lista com certeza!!! Sua resenha ficou ótima!!!!

    Te indiquei para um prêmio:
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/2017/01/o-cantinho-foi-indicado-premio-dardos.html

    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Fiquei muito interessada no desfecho dessa história.. vai ser complicado quando diego descobrir que sam gosta dele, dificilmente ele não vai ficar balançado. Ficar diviido entre duas pessoas é a pior coisa do mundo... :/
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Gostei da tua dica, o livro me pareceu clichê mas quem não gosta de clichê né ? Por enquanto passo a dica por não estar nesse clima de leitura mas anotada aqui sua dica

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário é muito importante!

Todos os posts são escritos com bastante carinho para todos os leitores.

Sempre que der, vou responder seus comentários.

Obrigada pela visita e volte sempre!

Siga o blog no GFC, Curta nossa Fanpage. Siga no Instagram.

Visitas

Formulário de contato