30 de set de 2016

Resenha: A Canção de Alanna - Tamora Pierce

30.9.16 25 Comments
Título: A Canção de Alanna - A primeira grande aventura - Livro 1
Autora: Tamora Pierce
Editora: Única Editora
Gênero: Fantasia/Aventura/Romance
Páginas: 256
Ano: 2015

*Livro cedido em parceria com a editora*

A coisa que Alanna mais quer no mundo é ser uma guerreira extraordinária, que vença batalhas e consiga ajudar as pessoas. Ela só tem um problema: no reino de Tortall, meninas não lutam, ou melhor, não fazem quase nada. Então, para realizar seu sonho, ela deve arriscar a própria vida tornando-se Alan de Trebond. Esta é sua primeira aventura, e pode ser a última caso ela não seja forte o bastante para superar as próprias limitações e controlar sua magia, que é mais poderosa do que a maioria das pessoas pode suportar. Para piorar, Alanna é a única capaz de combater o mal que se abateu sobre o reino de Tortall. Está em suas mãos salvar o herdeiro do trono e derrotar os seres milenares que habitam a terrível e amaldiçoada Cidade Negra. O fracasso não é uma opção. Sua grande batalha já começou. Ela pode morrer, ou pior: perder a própria alma para sempre! 

Olá leitores, como estão? Hoje estou trazendo um livro que amei ler, com vocês: A Canção de Alanna.

Vamos conhecer os irmãos Thom e Alanna de Trebond, filhos gêmeos do Lorde Alan. Eles estão com 11 anos de idade, o momento de deixar o castelo para aprenderem seus ofícios já havia chego. Poderia ser motivo de alegria, mas na verdade estava sendo de tristeza.

24 de set de 2016

Lançamentos de Outubro - Editora Novo Conceito

24.9.16 8 Comments
Lançamentos Outubro Novo Conceito
Olá leitores, como estão?
No Mês das Crianças, a Novo Conceito vem com tudo para agradar o público jovem com seus lançamentos. A consagrada autora irlandesa Cecelia Ahern chega ao Brasil com seu primeiro YA. Christian Figueiredo, um dos youtubers mais adorados do país, está de volta com seu terceiro livro. E os fãs de aventuras de ficção e tecnologia irão se encantar com a parceria entre o escritor Renan Carvalho e o youtuber Italo Matheus, que transporta o jovem influenciador para dentro da internet em uma batalha contra um programa virtual ameaçador.


23 de set de 2016

Resenha: TPM, Um Sorvete e o Destino - Giuliana Sperandio

23.9.16 15 Comments

Título: TPM, Um Sorvete e o Destino
Autora: Giuliana Sperandio


Olá leitores, como estão?

Quem aqui sofre com a TPM levanta a mão! o/ Não é fácil quando está sigla entra em ação, tudo vira um caos! O jeito é apelar para chás, chocolates e sorvetes...Foi o que Fernanda fez.

No conto TPM, Um Sorvete e o Destino, vamos conhecer Fernanda e Rodrigo. O conto começa com os dois saindo de um sorveteria, abraçados e felizes, em pleno inverno... Mas, como tudo começou?

19 de set de 2016

Resenha: Filha da Floresta - Juliet Marillier

19.9.16 24 Comments
Título: Filha da Floresta - Trilogia Sevenwaters Livro 1
Autora:  Juliet Marillier
Editora: Butterfly
Gênero: Fantasia, Romance
Páginas: 608
Ano: 2014
*Livro cedido em parceria com a editora*



O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e criaturas encantadas, além dos sábios druidas, que deslizam pelos bosques vestidos com seus longos mantos... No crepúsculo celta da velha Irlanda, quando o mito era lei e a magia uma força da natureza, esta é a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, o soturno Lorde Colum, e dos seus seis amados irmãos, vítimas de uma terrível maldição que somente Sorcha é capaz de quebrar. Em sua difícil tarefa, imposta pelos Seres da Floresta, a jovem se vê dividida entre o dever, que significa a quebra do encantamento que aprisiona seus irmãos, e um amor cada vez mais forte, e proibido, pelo guerreiro que lhe prometeu proteção.



Olá leitores, como estão?

Um livro que me deixou maravilhada, do início ao fim. Amo fantasia  e quando encontro no enredo elementos da cultura Celta, fico mais do que interessada em ler. Filha da Floresta me conquistou desde a primeira página! Vamos à resenha.

Sevenwaters é um domínio ou um feudo bastante forte. Ele é protegido pela densa floresta, onde visitantes podem ser perder facilmente sem a ajuda de um guia. Toda essa logística mais complexa só fez contribuir para deixar Sevenwaters um local forte, bem protegido e mítico.

15 de set de 2016

Aniversário do blog - Sorteio

15.9.16 37 Comments


Olá leitores! 

O post de hoje é mais do que especial para mim...É o post comemorativo de 1 ano do blog!!! Viva!! No dia 05 de Setembro de 2015, entrava no ar o Entre Livros & Pergaminhos, finalmente a ideia de ter um blog saia do papel.

A parte mais fácil de ser blogueira é colocar o blog no ar, depois disso é muito trabalho! Ter ideias para post,  divulgar, fazer parcerias, deixar atualizado...Ufa! Não é fácil deixar o blog com a nossa cara, criar uma identidade. O EL&P passou por diversos layouts até chegar nesse, e confesso que ainda vou deixa-lo mais personalizado. Nesse um ano aprendi muitas coisas: html, montagem de post, tamanho de fotos, layout, divulgação e aprendi a conhecer meu ritmo de postagem.

10 de set de 2016

Tag Premiada: Prêmio Dardo Blogger

10.9.16 11 Comments



Olá leitores!

Ter um blog dá bastante trabalho, poucos valorizam nosso trabalho e dedicação para criar conteúdo de qualidade para os nossos leitores. E por isso, fiquei mais do que feliz quando recebi duas indicações de outros blog no Prêmio Dardo Blogger. Esse é o mês que o blog faz 1 ano (claro que terá sorteio!) e receber indicações de outras blogueiras é muito gratificante! 

5 de set de 2016

Resenha: O Sinaleiro - Charles Dickens

5.9.16 24 Comments
Título: O Sinaleiro
Autor: Charles Dickens
Editora: Aras Llibres
Gênero: Fantasia, Suspense, Terror
Páginas:80
Ano: 2014

Um fantasma ameaçador sobre os carris do comboio, cujas aparições junto a um túnel escuro anunciam tragédia e morte, assombra o protagonista de "O sinaleiro". Tanto nesta história como em "Para ser lido ao crepúsculo" temos uma amostra da dedicação prolífica de Charles Dickens para com as histórias de terror narradas em frente à lareira e a cultura popular, mas também do seu papel na exploração da psique vitoriana, sempre dividida entre dualidades: a tradição rural e a revolução industrial, o espiritual e o científico, o relato bíblico e as propostas de Darwin.


Olá leitores, como estão? Hoje trago um conto bem interessante, misterioso e um pouco arrepiante. Ele foi escrito em 1866, no Século XIX por Charles Dickens. Li esse conto quando estava estudando para prestar o vestibular em 2005 (faz tempooo) e fiquei bem impressionada como a história se desenvolveu...Vamos à resenha!

O conto é narrado pelo ponto de vista do narrador, não é citado seu nome, sabemos apenas que é um homem. Ele está em perto de uma estação ferroviária, não uma estação de desembarque, seria como uma estação de controle e apoio. Ele vê o sinaleiro perto da entrada do túnel da ferrovia, curioso para saber como funciona a estação, ele pede para descer e conhecer o local.